O valor da transparência. Aproximando o Governo Aberto das crianças.

28/03/2018

Fco. Javier López Carvajal. Consultor. Vice-presidente do Acreditra. Secretário do Colégio Oficial de Ciências Políticas e Sociologia da Região de Múrcia.

A transparência, um dos eixos fundamentais do Governo Aberto, há alguns anos já faz parte do dia a dia da agenda política, comunicativa e social da Espanha. Entretanto, é um termo novo para a maioria dos cidadãos, já que ainda não faz parte do nosso acervo cultural. Daí a importância das ações de divulgação e formação que são realizadas pelas administrações públicas e pela sociedade civil.

O III Plano de Governo Aberto do Estado tem entre seus objetivos precisamente inculcar os valores e princípios essenciais para o desenvolvimento do Governo Aberto e pretende, ainda, sua inclusão no currículo escolar. Porém, esse fato ainda não aconteceu e é por isso que muitas instituições iniciaram ações para a difusão do Governo Aberto em duas etapas educativas importantes para o futuro e a consolidação deste: a infância e a adolescência. Tem havido numerosas iniciativas nesse sentido, por parte do Conselho de Transparência e Bom Governo do Estado, até de várias prefeituras, e a maioria no mesmo sentido: concursos nos quais as crianças refletem o que para elas significa a transparência.

Uma das administrações que começou essa tarefa foi a Prefeitura de Cartagena. Em 2016, foram organizados os Prêmios Cidade Transparente de Cartagena nas categorias Educação Primária e Educação Secundária. No primeiro caso, as crianças mais novas refletiram o que representava para elas a transparência, enquanto os alunos do secundário fizeram o mesmo, porém em trabalhos em grupo de histórias e pesquisas. Os professores de ambos os estágios educacionais receberam da Prefeitura pequenos guias que explicavam os conceitos e valores inerentes do Governo Aberto e da Transparência. Entretanto, apesar do sucesso da convocatória, os responsáveis dos municípios decidiram dar um a passo a mais em 2017: se queremos que as crianças menores interiorizem esses princípios e valores, devemos fazer com que cheguem de forma mais direta e adaptada para sua idade.

Para realizar esse projeto, foi criada uma equipe multidisciplinar com um objetivo: alcançar as crianças menores por meio de livro de contos que seria atraente e, sobretudo, compreensível. Junto disso, um guia didático direcionado aos professores e um conjunto de atividades para reforçar nos alunos a aquisição dos valores e princípios que os contos pretendiam incutir. Além disso, dado o alto número de colégios bilingues, decidiu-se editar o livro também em inglês para que pudesse ser trabalhado na sala de aula em ambos idiomas. A Prefeitura também disponibilizou o acesso aos livros em seu portal de transparência (https://www.cartagena.es/plantillas/4.asp?pt_idpag=2120).

Tratou-se, então, de uma experiência pioneira na Espanha, em um âmbito local, porém cujos resultados foram claramente visíveis na II Edição dos Prêmios Cidade Transparente de Cartagena, o que fez multiplicar o número de participantes, aumentar a qualidade dos trabalhos apresentados e deveria aumentar o número de centros educacionais envolvidos no projeto.

O valor da transparência. Aproximando o Governo Aberto das crianças.
Assine a nossa newsletter



Pin It on Pinterest